O 41° aniversário da prova em Kona foi marcado por mais uma edição rápida, com quebra de recorde e domínio alemão. Jan Frodeno controlou a prova com maestria, de ponta a ponta, e venceu com o tempo recorde de 7h51min13.

Já Anne Haug, terceira colocada em 2019, mais uma vez apostou na sua força na corrida e desbancou a britânica Lucy Charles, em um raro dia em que a tetracampeã Daniela Ryf não conseguiu mostrar todo o seu potencial.

Flows

Colaborador

Primeira rede social e agência digital especializada exclusivamente em esportes de endurance.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *