Quando criança, nossos pais comandam aquilo que devemos ou não fazer, nos ensinando princípios, valores e lições importantes da vida para, que quando encararmos o mundo sozinhos, possamos ser bem sucedidos, assumindo um papel importante no convívio social.

 

Com o passar dos anos, as responsabilidades aumentam e nos tornarmos capazes de decidir sobre aquilo o que queremos ser e fazer. Convivemos e devemos saber lidar com muitos conflitos em nossas vidas, dentre eles estão, aquilo que podemos fazer contra aquilo que devemos fazer, o que nos traz prazer contra o que nos causa cansaço e dor, o caminho mais longo contra aquele cheio de atalhos, o que é saudável contra o que é gostoso e perigoso para nossa saúde.

 

Quando o assunto é atividade física e cuidados com a saúde, geralmente os relacionamos com algo que nos traz dor, sofrimento, com o que somos obrigados a fazer e com um caminho longo e sem fim a ser percorrido, consequentemente, temos uma forte tendência a nos afastar deles.

 

Infelizmente, se pensamos em concretizar metas de curto, médio e longo prazo, viver por mais tempo e com mais qualidade, evitar doenças e lesões, precisaremos dedicar alguns minutos diários à prática de atividade física sistemática e bem orientada. E como transformar este esforço em algo prazeroso, tornando este em um dos momentos mais valiosos de nosso dia?

 

 Metas e objetivos relevantes: Sem metas e objetivos não temos como nos motivar a acordar e lutar por eles.

Diferentes modalidades: Ao passar por diferentes modalidades somos capazes de definir aquela que nos traga maior prazer e sentimento de realização.

Planejamento e qualidade de treino: Sem isso, não temos nenhum direcionamento, consequentemente, não evoluiremos como gostaríamos, podendo ainda abandonar precocemente a atividade física por conta de lesões crônica e agudas.

Organização e rotina: Com a correria do dia-a-dia, se não nos organizarmos e definirmos uma rotina com planos B, C e D na manga não temos como manter a atividade física por muito tempo.

Novos desafios: Não devemos nos acomodar e entrar na zona de conforto. Precisamos sempre definir novas metas e experimentar algo novo e desafiador.

Grupo de amigos: Amigos e parceiros sempre nos ajudam a levantar da cama com mais facilidade e encontra-los para treinar, bater papo, trocar experiências, e nos puxar naquela série mais dura.

O que nos faz bem: Este tempo que dedicamos aos treinos nos faz bem e nos torna mais ativo, criativo, produtivo e capaz de encarar tudo aquilo que aparecerá pela frente. Precisamos ter isso sempre em mente.

 

Este é o nosso grande desafio: transformar este inimigo em nosso amigo e aliado. Transformar esta obrigação em algo prazeroso, que faça parte de nossa rotina diária. Devemos ter em mente que não será fácil chegarmos a este nível, a persistência e resiliência são qualidades imprescindíveis neste processo.

 

Bons treinos e bora pra cima, galera!

Rodrigo Lobo

Colunista

Bacharel em Educação Física pela Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo; Sócio diretor da Lobo Assessoria Esportiva; Palestrante de temas sobre qualidade de vida, treinamento esportivo e empreendedorismo; Colunista do portal Ativo.com e colaborador de diversos portais e revistas esportivas; Atleta amador de corrida de rua e triathlon, Contribui com o Trilo mensalmente com a coluna - DA TEORIA A PRÁTICA - tudo que precisamos saber para manter os treinos e a qualidade de vida!

2 thoughts on “VOCÊ NÃO É OBRIGADO A NADA!

  1. Taty Trovó disse:

    Excelente texto. Me identifiquei bastante, pois meu primeiro e principal objetivo foi e continuará sendo minha saúde e qualidade de vida com longevidade. Entretanto, o Triathlon me trouxe motivação, amigos e prazer…. isso involuntariamente me proporciona resiliência, foco e solidez nas minhas metas. Obrigada pelo texto. Bjos

    1. Rodrigo Lobo disse:

      Valeu, Taty!
      Vc é um exemplo de atleta, de dedicação entre todos!
      Siga firme, mas tenha muita paciência e persista!
      Vamos em frente!
      Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *