Em todo o mundo e, praticamente, em todos os esportes, as primeiras semanas do ano são perfeitas para um belo período de base, uma vez que as organizadoras não escolhem estes momentos para promover provas, seja por conta do período de festas e recessos para os brasileiros e outras nações, ou pelo rigoroso inverno instalado no hemisfério norte.

 

Como viemos de algumas semanas de período regenerativo, com diminuição de volumes e intensidades e sem provas, nos desesperamos pelo fato de ter passado por uma fase de destreinamento, perda de rendimento e desmotivação por estar longe da prova alvo. Será que isso é normal mesmo? Em que devemos nos preocupar, então?

 

Fiquem tranquilos, pois isso acontece mesmo e devemos saber enfrentar esta fase da melhor maneira possível, seguindo algumas recomendações simples:

 

1. Defina metas e submetas bem coerentes e adequadas à sua rotina e plano de vida e não tire o foco delas, tendo bem claro quantas semanas restam para cada uma delas. Isso ajudará muito no controle da ansiedade.

2. Retome logo a rotina alimentar e de sono para que os treinos se tornem mais confortáveis e boicotes aos treinos sejam evitados por conta da falta de organização e planejamento pessoal.

3. Não se desespere se está se sentindo cansado e os treinos não saem como acontecia no final do ano. A cada semana o corpo vai dando respostas da evolução gradual.

4. Respeite os primeiros sinais de dores, ou fadiga crônica e ajuste sempre com seu treinador a carga de treinamento. Lesões nesta fase não podem aparecer.

5. Evite perder treinos, pois como o volume e intensidade estão crescendo, se isso ocorrer, o período específico e o rendimento nas provas serão prejudicados.

6. O trabalho de força é fundamental para que o corpo seja capaz de suportar os treinos mais longos e intensos que surgirão na planilha ao longo das semanas seguintes, portanto, não perca nenhum e esqueça que eles não são tão legais quanto fazer um longão ou correr na praia.

7. Desencane do pace, ritmo, velocidade e RPs (recordes pessoais), o processo neste momento é muito mais importante que o fim (resultados). Você terá muitas semanas e meses para se preocupar com isso, fique tranquilo.

8. Aproveite que os treinos não estão a todo o vapor para organizar o trabalho e avançar com outros projetos.

9. Esta é uma excelente oportunidade para avaliações físicas, testes e checkups médicos. Invista nisso e já agende as reavaliações.

10. Deixe descansando seus melhores equipamentos e faça força neste período. Você não precisa vencer ninguém e ter ótimos resultados nos treinos.

 

Recomendações passadas a limpo, agora é só tirar os planos do papel e lutar, arduamente, por suas metas e sonhos.

 

Bons treinos e bora pra cima, galera!

 

Esta coluna é um oferecimento de IOGURTE MOO. O 1º iogurte tipo Skyr do Brasil com receita tradicionalmente islandesa.
Um iogurte dessorado feito com ingredientes simples: leite de vaca e fermentos lácteos, sem conservantes. No Moo os elementos sólidos do leite, como proteínas, sais minerais e vitaminas são concentrados, criando assim um superalimento. 

 

Todos os produtos MOO estão disponíveis nas principais lojas do Brasil.

Rodrigo Lobo

Colunista

Bacharel em Educação Física pela Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo; Sócio diretor da Lobo Assessoria Esportiva; Palestrante de temas sobre qualidade de vida, treinamento esportivo e empreendedorismo; Colunista do portal Ativo.com e colaborador de diversos portais e revistas esportivas; Atleta amador de corrida de rua e triathlon, Contribui com o Trilo mensalmente com a coluna - DA TEORIA A PRÁTICA - tudo que precisamos saber para manter os treinos e a qualidade de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *