Puts... tem subida demais na prova, acho que vou pular essa! Ah não... subidas! Lá vem o sofrimento! Não acredito... se eu tivesse visto a altimetria antes não teria me inscrito nesta maratona! Você, por acaso, nunca passou por isso antes, não é mesmo? 😉

 

Estas são as expressões mais frequentes entre os corredores ao se depararem com provas, cujo o ganho altimétrico é alto. E qual o motivo de todo este medo? A não preparação devida para encará-las!

 

E como fazer isso? O que podemos fazer para enfrentar as subidas de sua próxima prova sem medo?

 

Fique leve: O sobrepeso é um dos fatores que mais influenciam o desempenho nas subidas. O efeito da gravidade é implacável! Quanto menor peso extra você carregar, mais facilmente subirá.

Fique forte: Como precisamos exercer mais força para deslocar nosso corpo, a fim de vencer a inclinação, nada mais importante que a dedicação de horas semanais ao treino de força para subir com mais facilidade. Este treino deve ser inserido em todas fases da periodização com diferentes características (força máxima, resistência muscular, potência, força específica).

Inclua treinos em subidas: Incluir subidas na rotina de treinos, desde o trabalho de base (geral) ao específico é fundamental para poder encará-las com mais facilidade. Durante o trabalho de base, adquirimos mais força com elas, já no período específico, a ideia é aproximar ao máximo da realidade da prova, simulando as distâncias e percentuais de inclinação similares.

Ajustes posturais: Alguns ajustes posturais potencializam a eficiência mecânica, como: leve projeção do tronco para frente, toque com médio e antepé no chão (dependendo do grau de inclinação) e sustentação dos principais eixos articulares do corpo (tornozelo, joelho, quadril, ombros e pescoço).

Estratégias biomecânicas: O aumento da cadência (frequência de passos), consequentemente, uma leve redução do comprimento de passos para a mesma velocidade é importante para tornar o movimento mais econômico, aumentando a autonomia.

Não se derrote: Encarar as subidas com pensamento positivo e com vontade de superá-la é um empurrãozinho extra para passar por ela o mais rápido e mais facilmente possível. Faça da subida um terreno plano!

 

Coloquem todos estes pontos em prática para jamais desistir da próxima subida que aparecer pelo seu caminho.

 

Bons treinos e bora pra cima, galera!

 

Esta coluna é um oferecimento de IOGURTE MOO. O 1º iogurte tipo Skyr do Brasil com receita tradicionalmente islandesa. Um iogurte dessorado feito com ingredientes simples: leite de vaca e fermentos lácteos, sem conservantes. No Moo os elementos sólidos do leite, como proteínas, sais minerais e vitaminas são concentrados, criando assim um superalimento. 

 

Todos os produtos MOO estão disponíveis nas principais lojas do Brasil.

Rodrigo Lobo

Colunista

Bacharel em Educação Física pela Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo; Sócio diretor da Lobo Assessoria Esportiva; Palestrante de temas sobre qualidade de vida, treinamento esportivo e empreendedorismo; Colunista do portal Ativo.com e colaborador de diversos portais e revistas esportivas; Atleta amador de corrida de rua e triathlon, Contribui com o Trilo mensalmente com a coluna - DA TEORIA A PRÁTICA - tudo que precisamos saber para manter os treinos e a qualidade de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *