Corridas de rua, triathlons, corridas de montanha, ou qualquer desafio esportivo que encaramos ao longo de nossas vidas costumam nos deixar ansiosos e preocupados. Será que vamos conseguir cruzar bem a linha de chegada? Será que tudo dará certo? Será que vou quebrar meu recorde pessoal, o famoso RP? Será que vou sofrer, sentir câimbras, precisar andar?

 

São muitos “serás” que nos deixam angustiados e com medo, mas por que, mesmo assim, abrimos os sites destas provas e finalizamos a inscrição, que muitas vezes são caríssimas e sabemos que precisaremos nos dedicar para alcançarmos nossas metas, sejam elas quais forem?

 

A partir do momento que não há mais volta, precisamos encarar com muita dedicação este desafio, e jamais torna-lo um transtorno em nossas vidas. Geralmente, você pensou muito bem e não se inscreveu em uma roubada, levando em consideração vários pontos importantes, como o tempo que você terá disponível para treinar, seu atual estado de saúde e aptidão física, o tempo até o grande dia e a relevância deste desafio em sua vida.

 

Quando levamos a sério este projeto esportivo deixamos lições e legados importantes em nossas vidas, se soubermos conduzir bem, mantendo o equilíbrio e regularidade. Geralmente, conseguimos aplicar tudo isso ao nosso trabalho, família, convívio social e cuidado pessoal. Dentre os incontáveis legados, estes são alguns dos mais importantes, comuns e perceptíveis:

 

1. Disciplina: Sem ela não conseguimos nem mesmo dar o primeiro passo para iniciar um projeto.

2. Organização: É fundamental para otimizarmos processos e não ter desculpas para não ter conseguido avançar mais um degrau rumo ao nosso objetivo principal.

3. Bons hábitos: Estes são alicerces importantes para a sustentação de qualquer projeto. Uma boa alimentação, sono regular e pensamentos positivos nos ajudam a potencializar os resultados.

4. Saúde e bem-estar: Estes legados são pré-requisitos importantes, pois sem saúde e bem-estar é impossível dar qualquer passo.

5. Persistência, paciência e resiliência: Jamais podemos desistir, quando nos deparamos às dificuldades e obstáculos, pois estes são inevitáveis e sempre surgirão. Geralmente, eles são importantes para revermos processos, evoluirmos de maneira mais sólida e superar adversidades da melhor maneira possível.

6. Foco: Quando estabelecemos metas bem definidas, aprendemos a olhar para elas mais objetivamente e não desviar do caminho com facilidade.

7. Competitividade: Aprender a lidar com a competição de forma saudável é fundamental para que ela não se torne uma inimiga e prejudique nossos relacionamentos interpessoais e equilíbrio emocional.

8. Controle de ansiedade: A ansiedade de maneira controlada nos ajuda a respeitar os desafios, fazendo com que um pouco de medo e insegurança nos mantenham mais disciplinados e focados, além de liberar importantes hormônios que nos preparam para as pequenas e grandes “batalhas” (treinos e provas).

 

Quando você se inscrever na próxima prova, ou estiver no ciclo de treinamento para ela, leve a sério toda a preparação, para que estes legados o acompanhe por toda a vida, o ajudando a realizar suas metas e sonhos.

 

Bons e bora pra cima, galera!

Rodrigo Lobo

Colunista

Bacharel em Educação Física pela Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo; Sócio diretor da Lobo Assessoria Esportiva; Palestrante de temas sobre qualidade de vida, treinamento esportivo e empreendedorismo; Colunista do portal Ativo.com e colaborador de diversos portais e revistas esportivas; Atleta amador de corrida de rua e triathlon, Contribui com o Trilo mensalmente com a coluna - DA TEORIA A PRÁTICA - tudo que precisamos saber para manter os treinos e a qualidade de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *