Quase que como se tivesse seguido os passos de uma cartilha de triathlon, minha convidada de hoje começou no esporte de endurance através das corridas de rua. Pouco mais de um ano depois e já com alguns biathlons de experiência, resolveu que era a hora de estrear na modalidade das três disciplinas. Começou pelo short, depois o olímpico. Depois veio uma maratona e mais provas curtas até a participação num 70.3 em 2010. Então foi mais um ano nas provas de meia distância até estrear em Floripa. O título de campeã amadora carimbou seu passaporte para o mundial em Kona 2012. Desde então, entre uma lesão e outra, entre uma faculdade e outra e até um casamento, Ciça classificou-se todos os anos para o Ironman do Havaí. Em apenas uma oportunidade ela deixou propositadamente a vaga passar. Dona de uma experiência invejável, esta designer de produtos e nutricionista é uma daquelas atletas amadoras que se dedica quase que como uma profissional do esporte que tanto gosta. Com vocês, a fera brasileira da longa distância, Maria Cecília Lapa de Carvalho.

 

Endörfina

Michel Bögli é um apaixonado por bicicletas e foi triatleta profissional entre 1988 e 1997. Venceu diversas provas, participou de alguns mundiais, incluindo dois Ironman do Havaí. Correu as primeiras provas de aventura por aqui, desde 1994 participou cinco vezes da Race Across America (RAAM) e em 2001, venceu a categoria duplas. Organizou diversas corridas de rua e provas de 24h de ciclismo, além de ter participado de quatro edições da Cape Epic. No Endörfina Podcast conversa com amigos e campeões do triathlon, corrida, ciclismo e natação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *