No mundo dos esportes, muitos feitos são admiráveis e dentre esses, apenas alguns podem ser considerados espetaculares. Agora há uma categoria de atletas que se distingue ainda mais por meio das suas conquistas. Elas esbarram no limite da compreensão. Minha convidada de hoje é um exemplo desse tipo de atleta. Independentemente dos diversos outros títulos conquistados no body board, jiu jitsu em provas de ciclismo de ultra resistência, ela conseguiu vencer a Race Across America não apenas uma, mas nas duas vezes em que participou dessa prova que já foi considerada o evento esportivo mais difícil do mundo. Quase 5 mil km pedalando contra o relógio. A primeira vitória foi em 2009 e a segunda veio agora, uma década depois, em junho de 2019. Muitos dos grandes atletas brasileiros de endurance já passaram por aqui e por todos eu tenho profundo respeito, mas esta carioca merece a minha reverência. Com vocês, a ciclista mais casca grossa do Brasil, Daniela Figueiredo Genovesi.

 

Endörfina

Michel Bögli é um apaixonado por bicicletas e foi triatleta profissional entre 1988 e 1997. Venceu diversas provas, participou de alguns mundiais, incluindo dois Ironman do Havaí. Correu as primeiras provas de aventura por aqui, desde 1994 participou cinco vezes da Race Across America (RAAM) e em 2001, venceu a categoria duplas. Organizou diversas corridas de rua e provas de 24h de ciclismo, além de ter participado de quatro edições da Cape Epic. No Endörfina Podcast conversa com amigos e campeões do triathlon, corrida, ciclismo e natação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *