Este pedagogo vem de uma família bastante humilde. Sua infância no Rio de Janeiro do final da década de 1950 e começo dos 60 foi marcada por dificuldades financeiras ao ponto de ter enfrentado a falta de ter o que comer e onde morar. Superadas as dificuldades seguiu sua vida até o dia em que, já trabalhando para a TELERJ (antiga cia telefônica do RJ), teve contato com a corrida através de um programa interno de qualidade de vida. Tinha então 27 anos e logo pegou gosto pela novidade. Das provas de pista às corridas de rua, Sérgio seguia embalado pela prática do professor Cooper, recém chegada ao Brasil e que tomava conta do RJ. No ano seguinte conheceu o triathlon e desde então, foi construindo uma sólida carreira voltada principalmente para as ultra distâncias. Participou de diversas edições do Ironman do Rio, quando ainda não era o oficial da franquia, esteve em Kona nos anos de 1992 e 1995, e chegou em segundo lugar no Ultraman do Havaí em 1994. Ao longo da carreira de que já dura 39 anos como atleta, participou de algumas das provas mais desafiadoras do mundo como a corrida Badwater, a Maratona do Everest, o duplo Ironman no Equador (onde foi campeão), o triplo Ironman nos EUA (onde foi prata), o quíntuplo Ironman no México (mais uma vez conquistou a prata) e a incrível participação no deca Ironman, também no México em 2007, prova na qual Sérgio foi o campeão (143h17’36”), bronze em 2010 e prata 2012 na versão clássica.

 

Em setembro do ano passado, aos 64 anos, ele correu um desafio de 1000km em 10 dias. Com vocês, o lendário corredor dos pés descalços e gigante do nosso esporte, o sorridente Sérgio Cordeiro.

 

Aproveitem!

 

Endörfina

Michel Bögli é um apaixonado por bicicletas e foi triatleta profissional entre 1988 e 1997. Venceu diversas provas, participou de alguns mundiais, incluindo dois Ironman do Havaí. Correu as primeiras provas de aventura por aqui, desde 1994 participou cinco vezes da Race Across America (RAAM) e em 2001, venceu a categoria duplas. Organizou diversas corridas de rua e provas de 24h de ciclismo, além de ter participado de quatro edições da Cape Epic. No Endörfina Podcast conversa com amigos e campeões do triathlon, corrida, ciclismo e natação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *