A composição corporal e o peso corpóreo são dois fatores que influenciam a performance. O peso pode influenciar na velocidade, no endurance e na potência. A composição influencia na força, agilidade e aparência. Um corpo magro, isto é, com uma maior proporção de músculo em relação à quantidade de gordura, normalmente é vantajoso para esportes que envolvem velocidade.

 

Entretanto, a performance não pode ser predita exclusivamente baseada na composição corporal. Há também uma grande influência do tipo de esporte e distância. Na corrida, por exemplo, a composição corporal dos competidores de 100m é muito diferente dos maratonistas. No ciclismo, há o corpo ideal do escalador, do sprinter, etc.

 

Os 3 principais motivos para perda de peso em atletas são:

  • esportes que compete por categoria de peso: judô, boxe, etc
  • melhora da capacidade física em esportes de endurance
  • estética: ginástica artística, bodybuilding, patinação, etc

 

E qual seria o peso ideal entre atletas de endurance?

A avaliação da composição corpórea ideal deve ser feita de modo individual e varia de acordo com sexo, idade, fatores genéticos e impacto no esporte realizado. De maneira simples, a medida ideal é aquela que proporciona melhor rendimento no esporte, desde que mantida a saúde.

 

Como exemplo, a porcentagem de gordura corpórea nos corredores de longa distância da elite americana variam entre 0.2 e 10.8%, com média de 4.7%. Outro estudo com corredores amadores com boa performance mostrou uma média de 6.1% (valores para sexo masculino).  Os níveis mínimos de gordura corpórea compatíveis com a saúde são de 5% para homens e de 12% para mulheres. Entretanto, os valores mínimos devem ser avaliados para cada atleta, pois podem ser bem mais altos que esses valores.

 

Sabe-se que a longo prazo a redução excessiva de peso traz danos para o organismo. Em atletas muito jovens leva à redução do crescimento (ginastas por exemplo). Há também um aumento do risco de fraturas por estresse devido à perda óssea prematura. Isso ocorre com mais frequência em mulheres que não menstruam (devido à treinamento excessivo - você pode saber mais neste post do Gustavo Magliocca - O Mito de não Mesnstruar) ou após a menopausa.

A recomendação é que a perda de peso seja gradual e sempre acompanhada por um profissional da área.

 

Efeitos da perda de peso na performance

A redução do excesso de peso leva à uma melhora da capacidade aeróbia e aumento do VO2. Há também uma melhora na performance anaeróbia, desde que preservada a ingesta de carboidratos, principalmente anteriormente ao exercício. Durante a perda de peso gradual, uma ingesta adequada de carboidratos ajuda a preservar a capacidade anaeróbia e o endurance muscular.

 

Bibliografia:

ADA, D. C. (2009). ACSM: Position of American Dietetic Association, Dietitians of Canada, and the American College of Sports Medicine: Nutrition and Athletic Performance. Journal of American Dietary Association.

Bodyweight Reduction on Sports Performance. (2012). Bodyweight Reduction on Sports Performance, 1–19.

Luciana Haddad

Médica Cirurgiã, Doutorado e Pós-doutorado pela Faculdade de Medicina da USP, Orientadora do Programa de Pós Graduação da FMUSP. Triatleta e corredora amadora, 2x Ironman Kona Finisher! Contribui com o Trilo quinzenalmente as sextas feiras, no modelo de infográfico, com a coluna: O ESPORTE BASEADO EM EVIDÊNCIAS - Como traduzir a ciência para a prática esportiva? Uma maneira inteligente de tomar decisões individualizadas, norteando-se por conceitos científicos.

2 thoughts on “Qual o peso ideal para atletas de endurance?

  1. Eduardo Spagnuolo disse:

    Seria interessante fazer cometários sobre percentual de gordura /peso em atletas amadores de ponta em relação a idade. Não para termos como paramento níveis de atletas profissionais de vinte e poucos anos.

    1. Luciana Haddad disse:

      Bom dia Eduardo,
      vou pesquisar se encontro essas informações. se houver alguma coisa publicada faremos um novo artigo.
      Abraço e bons treinos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *