A utilização dos medidores de potência para treinar e competir tem sido amplamente utilizada no ciclismo há mais de uma década, mas a potência na corrida é uma novidade. Recentemente, os primeiros medidores de potência para corrida foram desenvolvidos. Isso significa que agora você tem a possibilidade de medir seu poder de execução em tempo real. Usando esses dados, você pode começar a otimizar seu treinamento diário e seu desempenho na corrida. Isso também torna possível determinar quantitativamente a sua "economia de movimento", o que lhe permitirá ajustar a quantidade de energia que você está usando em várias intensidades. Ao otimizar sua economia de corrida, você aprenderá a mudar seu estilo de corrida e avaliar com mais precisão o impacto no custo de energia de sua corrida tanto em treinos quanto em provas.

 

A potência tem a vantagem sobre a frequência cardíaca (FC) pois essa está relacionada à temperatura e reflete sua condição física geral.

 

Devido ao valor comprovado dos medidores de energia no ciclismo, a busca por um medidor de energia para corrida estava em andamento há anos. Obviamente, é difícil - se não impossível - medir diretamente o poder fornecido pelas pernas de um corredor. Consequentemente, outro princípio de medição foi desenvolvido. O avanço veio com o uso de acelerômetros. Estes são pequenos chips contendo cristais que exibem um efeito piezoelétrico durante uma aceleração. Este efeito piezoelétrico produz uma tensão, que pode ser medida. Os acelerômetros agora são muito baratos, muito precisos e já foram aplicados em muitos dispositivos, como smartphones, tablets, carros, pedômetros e relógios de corrida. Como resultado de acelerômetros, seu smartphone sabe se você o segura horizontalmente ou verticalmente. Acelerômetros em seu relógio de corrida são capazes de medir sua oscilação vertical, cadência e comprimento da passada.

 

Durante o treinamento ou corrida, você pode ver os dados em tempo real da sua potência de corrida (em watts) no seu relógio ou smartphone. Após o treinamento ou corrida, você pode analisar todos os dados no seu computador.

 

A potência P é calculada a partir do seu peso corporal m em quilogramas, a aceleração a (m / s2) e a velocidade v (em m / s) usando a fórmula:

P = F * v

F = m * a

 

Pode-se afirmar que a potência P de nosso motor humano deve ser igual à soma da potência necessária para superar a resistência de operação Pr a resistência ao ar Pa e a resistência de subida Pc, conforme mostrado na figura abaixo:

 

 

OS BENEFÍCIOS POTENCIAIS

 

OTIMIZE SUA ECONOMIA DE CORRIDA
Um medidor de energia irá dizer-lhe (todos os dias!) quanto de energia você está usando e, portanto, como você está economicamente em execução. Ao alterar o seu formulário em execução (por exemplo, cadência, comprimento da passada, etc.), pode avaliar se a sua economia de corrida melhora ou não.

 

MEDE SUA APTIDÃO E FORMA
Agora você pode medir seu FTP e seu VO2max, sem a necessidade de fazer o teste em um centro médico esportivo. Isso significa que agora você pode determinar como seu condicionamento físico evolui.

 

MEDIR O ESFORÇO EXATO DO SEU EXERCÍCIO
Um medidor de energia fornece informações realistas e confiáveis, melhores que o ritmo e o FC. Isso significa que você pode evitar o overtraining, ajustar seu treinamento e otimizar sua redução gradual.

 

MANTENHA O RITMO IDEAL EM UMA CORRIDA
Obviamente, mudanças de condições, como vento e colinas, afetarão seu ritmo. Os dados de potência ajudarão você a manter um esforço constante, para que você não se incendeie ou deixe algo no tanque no final.

 

OTIMIZE A COMUNICAÇÃO COM O SEU TREINADOR
A troca diária dos dados no seu treino (potência, FC, ritmo, economia de corrida, etc.) será de grande valor para o seu treinador, para que ele possa fazer um plano de treinamento mais preciso para você.

 

Obviamente, a aplicação de medidores de potência está só começando. Na prática, essas vantagens potenciais ainda precisam ser comprovadas ao longo do tempo. É possível que outras vantagens para esses dispositivos se concretizem nos próximos anos, à medida que a busca por otimizar o desempenho das corridas continue.

 

Adaptado de TrainingPeaks. Guido Vroemen and co-authors Hans van Dijk and Ron van Megen

 

Esta coluna é um oferecimento de DOBRO. Naturalmente energética, a DOBRO é a primeira barra do Brasil feita com café orgânico 100% arábica e ingredientes nutritivos de alta performance. Equivalente a 2 xícaras de café, a barra de 50g possui um equilíbrio perfeito de gorduras boas e carboidratos, além de cafeína natural, ótima para uma melhora na performance e na disposição física e mental.

 

Todos os produtos DOBRO estão disponíveis aqui no site do trilo e nas principais lojas do Brasil.

Luciana Haddad

Médica Cirurgiã, Doutorado e Pós-doutorado pela Faculdade de Medicina da USP, Orientadora do Programa de Pós Graduação da FMUSP. Triatleta e corredora amadora, 2x Ironman Kona Finisher! Contribui com o Trilo quinzenalmente as sextas feiras, no modelo de infográfico, com a coluna: O ESPORTE BASEADO EM EVIDÊNCIAS - Como traduzir a ciência para a prática esportiva? Uma maneira inteligente de tomar decisões individualizadas, norteando-se por conceitos científicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *