Para melhor entender este universo das viagens combinadas com esportes vou começar falando sobre investimento. Isso mesmo. Olhando para trás, qual foi o melhor retorno que já teve sobre algum investimento que você se recorda? Bolsa? Imóveis? Dólar? Ouro? Fundos? Qual seria a melhor aplicação a ser feita hoje?

 

Cada “investidor” tem um perfil diferente, uns mais agressivos buscam um retorno no menor prazo, outros apostam em dividendos menos voláteis a de menor risco. Não sou nenhum especialista nestes investimentos, mas gostaria de dividir um pouco sobre dois dos melhores investimentos com retorno 100% garantido, ideal para qualquer perfil de “investidor”, ganha-se na alta, ganha-se na baixa.

 

Como assim? Que formula mágica é essa afinal?
Calma! Pode fechar a carteira. Para investir neste “fundo”, dinheiro não é o que conta e, sim, atitude e, talvez, algumas mudanças de hábitos.

 

O primeiro deles é a prática de esportes, uma coisa que olhando superficialmente pode parecer bem simples. Porém, há uma característica fundamental atrelada à verdadeira prática esportiva que chama-se CONSISTÊNCIA! Todo dia é dia! Devagar e sempre!

 

Quando foi a última vez que saiu para uma corrida, ok caminhada... quando foi a última vez que subiu numa bicicleta? Hoje... Ontem? Como se sentiu? Livre, leve e solto, não foi? Faz bem para o corpo e principalmente para a cabeça. É bom para você e, acredite, para quem está a sua volta.

 

O segundo melhor investimento é viajar. Pergunte para 10 pessoas o que na vida as dá grande prazer e satisfação. Posso garantir que 10 das 10 pessoas vão dizer que viajar está na lista de preferências.

 

Depois de uma viagem as pessoas voltam diferentes, com uma bagagem de experiências e reflexões e cheios de histórias para contar. É, sem dúvida, uma das experiências mais agregadoras que se pode ter.

 

Agora imagine só combinar o “investimento” 1 com o 2, e ainda em lugares que você possivelmente não iria passar em uma viagem convencional? Essa é a grande essência das chamadas viagens ativas, que proporcionam aos viajantes / esportistas uma visão muito mais enriquecedora do que o turismo convencional. Quando estamos conhecendo um lugar seja a pé, correndo ou em cima de uma bicicleta é possível ativar todos os sentidos e fazer uma das coisas mais simples da vida: Ouvir, sentir o vento no rosto, sentir o cheiro dos lugares, experimentar as coisas.

 

Coisas simples que passam na nossa rotina, todos os dias, tão despercebidos e com pouco ou nenhum valor. Pense nisso e pé (ou pedal) na estrada.

Chris Kittler

Colunista

Chris Kittler é fundador & CEO da 7sherpas, triatleta há 20 anos, 10 vezes Ironman no Hawaii e no mundo, co-fundador do portal Active.com e fundador do Grupo ativo.com. Tornou-se referência e formador de opinião entre os grandes players do mercado de esportes de endurance. Contribui com o Trilo mensalmente com a coluna: O ESPORTE É O SEU PASSAPORTE - Explore o mundo e conheça lugares incríveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *