Desde o começo do ano tenho trazido aqui, em artigos mensais, habilidades imprescindíveis a serem desenvolvidas para que se possa obter o melhor resultado, seja no esporte, no trabalho ou na vida.

 

Um está intimamente ligado ao outro. A falta de atenção a alguns desses aspectos impacta diretamente nos demais e assim, por consequência, na performance.

 

Se ainda não leu os artigos anteriores, recomendo que o faça, assim saberá como extrair seu máximo potencial em todas as ocasiões:

  1. importância de manter o foco
  2. resiliência mental
  3. mudar o mindset (atitude mental) para nos mantermos no curso e realizar as nossas metas.
  4. Engajamento
  5. Nível de Energia
  6. Habilidade de relacionamento

 

O tema auto superação é um dos doze pilares para se ter alta performance. Este ano, até o momento, elenquei 8 habilidades essenciais para que você possa obter melhores resultados, seja no esporte, no trabalho ou na vida.

 

Quando pensamos em autossuperação, automaticamente pensamos em resultados diferentes do que vínhamos tendo, logo é fácil entender a importância de nos superar para conquistarmos metas e objetivos audaciosos.

 

Superar a si mesmo é um exercício que começa nos pensamentos, gera sentimentos, e finalmente desencadeia ações.

 

Muitas vezes nem temos conhecimento do quanto somos capazes até surgir uma situação que exija habilidades ou ações que nem nos imaginaríamos fazendo.

 

Porém, existem outras formas de mantermos uma evolução contínua, sem precisar esperar situações extremas que exijam atitudes heroicas.

 

Imaginamos a autossuperação como grandes passos e metas arrojadas, que impressionam o mundo e são por todos falado e lembrado. Como na maioria das vezes a maior parte de nós se mantém na zona de conforto, autossuperar-se parece um feito para poucos.

 

Alguns têm por característica ir sempre além, porém geralmente se colocam em situações de muita pressão e não conseguem sustentar, resultando em stress, frustração e sentimento de fracasso.

 

Mas então, o que fazer?

 

Busque pequenas melhorias, em coisas simples, todos os dias. Aplique a regra do 1% melhor a cada dia, com pequenos ajustes nos hábitos e costumes diários. A princípio ser 1% melhor ou 1% pior não faz muita diferença, mas quando você olha ao longo de um ano, o gap é muito grande entre os que fazem escolhas melhores e os que não fazem.

 

Pensando rapidamente, você deve estar imaginando que aplicando essa regra, ao final de um ano estará 365% melhor, certo? Já seria bastante, mas está errado! Fazendo 1% a mais você estará 3678% melhor após 12 meses!

 

Quer fazer triatlhon mas não tem tempo para treinar? Comece abrindo um pequeno espaço na sua agenda, e vá aumentando aos poucos, observando essa regra.

 

Gostaria de diminuir o pace, mas parece que o objetivo esperado está muito longe? Diminua alguns milésimos de segundo a cada treino, de acordo com essa regra, e veja o quanto estará melhor após um ano.

 

Gostaria de treinar, mas acaba indo dormir tarde e não consegue acordar cedo no dia seguinte? Que tal dormir 1% antes todos os dias e observar a mesma regra para acordar até que tenha se acostumado com o novo horário de dormir e acordar?

 

E por aí vai ... dá para aplicar em tudo.

 

E porque 1% e não 2%? Embora pareça muito pouco, estudos mostram (e também pude constatar isso com centenas de pessoas para as quais dei consultoria) que 2% a mais não se sustenta, já 1% sim. É consistente e resulta em grande ganho ou melhora, mas para isso precisa haver disciplina e constância.

 

A diferença entre as pessoas de sucesso e a maioria é que elas persistem diariamente, não querem perder peso em 10 dias com uma dieta maluca; correr uma maratona em um mês; se tornar um profissional de sucesso assim que inicia na carreira...

 

Para começar essa jornada e te ajudar a se autossuperar, aqui vão algumas dicas práticas de como começar a agir diferente e desta forma ter resultados diferentes, afinal, se manter na zona de conforto não irá te levar a nenhum lugar diferente de onde você já chegou:

 

1) FAÇA MAIS AQUILO QUE JÁ FUNCIONA: mantenha a alimentação saudável e evite os escorregões; mantenha os treinos em dia, não deixe de fazê-los; tenha constância naquelas tarefas do trabalho que trazem resultado ... você não precisa de mais informação, de melhor estratégia, de aprender mais, etc, você só precisa fazer mais aquilo que já funciona;

2) EVITE PEQUENAS PERDAS: para ter ganho você não precisa fazer mais coisas certas e sim evitar fazer as coisas erradas, como aquelas que não dão resultado, eliminando erros, simplificando, tirando o que não for essencial. Em geral retirar é mais fácil do que adicionar. Ou seja, diminua a quantidade de alimento que não é saudável, perca menos treino, evite perder horas de sono assistindo Netflix;

3) AVALIE O PASSADO: estabelecemos metas mirando o futuro, mas esquecemos de analisar o passado para poder estabelecer esses objetivos e melhorar. Por exemplo, quero perder peso, quanto ingeri de calorias semana passada? Vou diminuir x gramas na próxima semana; Quero fazer um IronMan, como tem sido minha rotina de treinos nos últimos meses? Vou dedicar x do meu tempo para o treino.

 

Agora é só colocar em prática para ter resultados cumulativos extraordinários.

Ale Filippini

Colunista

Migrou da advocacia internacional para a área de qualidade de vida e alta performance há quase 10 anos. Formada pela Federação de SP do DeRose Method, especializou-se em treinamentos e palestras para quem quer melhor desempenho profissional ou esportivo, com experiência de consultorias inclusive fora do país. Utiliza técnicas respiratórias, corporais, de mentalização, meditação, descontração muscular, entre outras, como um diferencial para quem quer atingir um nível acima. Essas ferramentas têm sido amplamente utilizadas por atletas amadores e profissionais, tanto brasileiros quanto estrangeiros. É corredora há 12 anos e migrou para o triathlon há 2, tendo completado 2 IronMan 70.3 neste período. Assinará a coluna “Alta Performance – Você é a chave para o Alto Rendimento”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *